Planejamento de marketing digital é um assunto que gostamos bastante aqui na agência e vemos que nossos clientes possuem muita dificuldade, tanto para novos projetos/empresas, quanto para projetos que já estão em andamento.

O que é marketing digital?

Em primeiro lugar, é preciso entender o significado dessa disciplina:

  • Marketing Digital não é sinônimo de posts no Instagram, LinkedIn ou Facebook;
  • Marketing Digital não é só criação de site;
  • Marketing Digital não é uma fórmula para ficar rico com a internet;

Não vou buscar uma definição no dicionário, nem nos livros de Philip Kotler.

Mas, aqui na agência, tratamos o marketing digital como um conjunto de estratégias, táticas e ações – para uma marca, empresa, produto ou serviço – tudo isso para ampliar sua comunicação utilizando a internet. 

No final das contas, isso irá possibilitar a geração de mais negócios por meio da ampliação da base de clientes/seguidores, reforço de marca, comunicação com a base atual de clientes, ou no cenário ideal, tudo isso junto.

  • Pode ser um perfil no Instagram vendendo roupas;
  • Pode ser um site de notícias que vende espaço publicitário;
  • Pode ser um site que vende cursos e faz sua divulgação no Google Ads;
  • Pode ser também o site institucional de uma empresa, que tem como foco apresentar os produtos e serviços, alavancando as vendas fora do digital;
  • E também pode ser tudo isso junto.

A internet (e o marketing digital) nos traz muitas possibilidades de explorar as ferramentas disponíveis (que são milhares).

Mas não confunda, dificilmente o marketing digital salvará uma estratégia de marketing mal planejada, ou em muitos casos, inexistente.

Se você não tiver um produto ou serviço adequado, sendo oferecido ao público certo, com a comunicação correta – nos canais onde este consumidor quer – um site não vai te salvar. Nem uma boa estratégia de redes sociais ou uma boa campanha de Google Ads.

Portanto, antes de mergulhar neste mundo, tenha muito claro:

  • Seu produto ou serviço;
  • Público-alvo;
  • Preço;
  • Canais de distribuição;
  • Processo comercial;
  • Estratégias de comunicação.

Um único item incorreto, pode ser o motivo do insucesso.

Mas, provavelmente você começou a ler este texto, porque precisa de um auxílio no planejamento da sua empresa ou marca neste mundo digital.

Portanto, vamos tentar te ajudar.

O planejamento de marketing digital

O planejamento de marketing digital

Partimos do pressuposto que sua estratégia de marketing está bem definida. Ou seja, você já sabe o produto ou serviço que vai oferecer ao consumidor ideal, no preço correto, canais de distribuição adequados e sabe como quer comunicar tudo isso.

Então começa o planejamento.

Etapa 1 – Tenha objetivos claros, reais e mensuráveis

Parece besteira falar isso, mas a maioria nos procura com o objetivo: quero vender muito, gastando muito pouco.

A menos que você esteja nadando num “oceano azul”, sinto muito, mas não será possível.

Exemplos de objetivos claros, reais e mensuráveis:

  • Aumentar as vendas em 15% nos próximos 12 meses;
  • Aumentar em 20% a minha base de clientes;
  • Aumentar o índice de satisfação dos meus clientes atuais em 18%;
  • Diminuir a taxa de devolução das vendas do meu site em 22%.

Considere o histórico da sua empresa ao definir objetivos. Se nos últimos 5 anos você conseguiu aumentar as vendas em 10% (na média), não queira aumentar 50% no próximo ano.

Pode até ser possível, mas vai depender provavelmente de bastante investimento e talvez até mudança de processos internos, contratação de novos funcionários, mudança de escritório e etc.

Etapa 2 – Defina a verba destinada à comunicação

Para fazer um trabalho relevante de marketing digital – que gere resultados – você irá precisar minimamente de uma agência de marketing digital (ou freelancer) e de verba de mídia (dinheiro que será destinado às campanhas: Google, Instagram, LinkedIn, TikTok, etc)

O valor cobrado pela agência (ou Freelancer), será proporcional à quantidade e complexidade dos trabalhos envolvidos.

Só fazer um site custa X. Fazer um site e uma campanha de Google custa X + Y. Se acrescentar um trabalho de gestão de redes sociais, custará X + Y + Z.

Pense num exemplo simples: se você vai ao mercado e vai adicionando produtos ao carrinho, no final, o valor a ser pago será a soma destes produtos. E um mesmo produto (arroz, por exemplo) pode ter diferentes valores, dependendo da marca, volume, embalagem, etc.

Para serviços é assim também. Se você vai ao barbeiro cortar o cabelo, o preço pode ser R$ 35,00. Se for fazer a barba, custa R$ 25,00. Se for barba e cabelo, o valor será de R$ 35 + R$ 25. E talvez ele te dê um desconto pelo pacote.

Ou seja, a verba de comunicação será o custo que terá com os trabalhos da agência + o dinheiro que irá investir nas campanhas (verba de mídia).

Com frequência vemos uma dificuldade de compreensão do termo “verba de mídia”. Fazendo uma analogia com algo que conhecemos mais: imagine que sua empresa fará um anúncio de 30 segundos no intervalo comercial do Jornal Nacional da Globo. Esses 30 segundos irão custar R$ 200.000,00, por exemplo. Esse é o custo com mídia.

Agora imagine que o Google, Facebook, LinkedIn (entre outros) são a Globo. O formato é diferente, mas o princípio é o mesmo.

Adicionalmente, você precisará de uma agência para produzir o vídeo que será veiculado neste intervalo. E essa produção terá um custo, que será cobrado pela agência.

Etapa 3 – Planeje o tempo de duração dessas ações

Uma empresa de sucesso, rentável e lucrativa não se constrói do dia para a noite. O trabalho de comunicação leva tempo.

E é muito importante que neste tempo você tenha condições de arcar com os custos, para que possa ver resultados. Não invista todo seu dinheiro em um mês, esperando que no mês seguinte recupere todo o investimento com lucro.

Gostamos de dizer que quem acerta de primeira, geralmente teve sorte. Quem persiste, tem tempo e recursos para replicar o que deu certo e corrigir o que deu errado, até chegar nos resultados esperados.

Portanto, se a sua verba de comunicação é de R$ 120.000,00. Faça um planejamento para que possa gastar R$ 10.000,00 durante 12 meses. Provavelmente dará mais resultado do que gastar R$ 60.000,00/mês em 2 meses.

Etapa 4 – Mensure os resultados

Etapa 4 - Mensure os resultados

Mensurar resultados não é esperar o telefone tocar, ou o Whatsapp apitar e dizer: tá vendendo. Não tá vendendo.

A mensuração de resultados começa nos dados gerados:

  • Pelas campanhas de Google, Facebook, Instagram, LinkedIn e etc;
  • Passa pelos dados de Google Analytics do seu site;
  • Continua no número de ligações, mensagens recebidas no Whatsapp, e-mails recebidos (ou seja, leads gerados);
  • Termina no número de negócios gerados e nos valores dessas vendas.

A magia do marketing digital é que é possível configurar e cruzar todos esses dados, para análise e otimização constante dos resultados, de maneira automatizada.

Por que utilizamos Google, Facebook e LinkedIn nas estratégias? Na minha opinião, por dois motivos: por conta do algoritmo e da audiência (bilhões de usuários).

Ou seja, tanto Google quanto LinkedIn e Facebook (que contempla Instagram e Whatsapp também) têm uma base de usuários (audiência) muito grande.

E através da inteligência artificial – quando configurados da maneira certa – a geração de dados das suas campanhas trabalha sozinha para melhorar os resultados.

A beleza do marketing digital é que ele tornou o trabalho de comunicação muito mais democrático e flexível.

Democrático, porque você pode começar com investimentos menores e ir aumentando gradativamente e em tempo real (não precisa esperar o mês que vem – você pode fazer isso hoje mesmo).

Flexível, porque nos permite testar estratégias, táticas e ações e analisar resultados praticamente no momento que eles estão ocorrendo. Dessa forma, replicamos o que funcionou e mudamos o que não funcionou. Isso nos permite otimizar campanhas no momento em que estão no ar.

Assunto que nos leva a etapa 5.

Etapa 5 – Otimize, otimize, otimize e quando cansar, continue otimizando

Me perguntam com frequência: quanto tempo leva para montar e colocar pra rodar uma campanha de Google?

Resposta: algumas horas.

O que esquecem de me perguntar: quanto leva para otimizar e deixar uma campanha de Google gerando resultados?

Resposta: Ah, isso leva alguns meses. Depende da verba investida em mídia, da concorrência e do volume de buscas para os produtos/serviços ofertados.

As ferramentas digitais nos dão a oportunidade de configurar e cruzar dados, medindo cada segundo que alguém navega em seu site. Utilize isso a favor da sua estratégia.

Configure tudo que é relevante, envie dados do Google Analytics para o Google Ads, Facebook Ads e LinkedIn Ads e vice-versa. Faça a inteligência artificial trabalhar e otimizar para você.

Mas não esqueça, o algoritmo vai até certo ponto. Quando seu telefone toca, aí é contigo. Registre esses dados, invista em um bom atendimento, aprenda com seus erros comerciais, avalie a qualidade dos contatos. Não pense apenas: vendeu ou não vendeu.

Chegou até aqui? Volte para a etapa 1. A internet mudou a velocidade das coisas. Se não fizer esse ciclo com frequência, o que deu certo ontem pode não dar certo hoje ou amanhã.

 

Leia também: Devo investir em otimização de site (SEO) ou Google Ads

 

Conclusão sobre o planejamento de marketing digital

Vejo essa disciplina como a maior dificuldade dos nossos clientes. Tentamos ao máximo ajudá-los nessa tarefa difícil e cansativa. Mas uma coisa é fato, sem a contribuição do cliente/empresa, fica muito difícil chegar nos resultados esperados.

Muitas pessoas não definem nem a etapa 1. Como atingimos um objetivo se ele nem está estabelecido?

Os caminhos no marketing digital são muitos: site, campanhas de Google Ads, gestão de redes sociais, automação de marketing digital, SEO (otimização de sites), e-mail marketing e por aí vai.

Qual é o ideal para sua empresa? Depende.

Antes de definir o que fazer ou o que contratar, planeje.

Não adianta querer fazer tudo, se hoje a sua verba está reduzida. Mas é possível elaborar uma estratégia mais “tímida”, que irá gerar resultados.

Pode ir aos poucos, não tem problema. Só não pare.

Esperamos que este texto tenha ajudado a esclarecer um pouco sobre o assunto. Qualquer dúvida, deixe nos comentários!

 

E se precisar de ajuda com o seu planejamento ou de uma consultoria em marketing digital, entre em contato com a equipe da Lamatina!