WordPress é um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS) ou, em outras palavras, uma plataforma que permite a criação de sites e blogs sem a necessidade de conhecimentos em programação. Atualmente, o WordPress é utilizado por mais de 35% dos sites na internet e, a cada ano, esse número aumenta.

Mas, afinal, por que o WordPress se tornou o CMS favorito de muitos donos de site? A resposta é simples: a facilidade de configuração. Ao navegar pela plataforma, o usuário se depara com uma interface intuitiva e amigável, que permite criar páginas sem grandes dificuldades.

Além disso, o WordPress é gratuito e possui código aberto. Isso significa que qualquer pessoa pode realizar alterações nos temas e construir seu site de forma totalmente personalizada.

 

Tipos de sites que podem ser criados com WordPress

Se você deseja saber o que é WordPress, basta compreendê-lo como uma plataforma moderna e versátil para o desenvolvimento de vários tipos de sites — desde blogs, jornais online até lojas virtuais. Vamos citar alguns exemplos:

Blog

Para quem pretende publicar artigos sobre moda, animais, natureza ou qualquer outro tema interessante, o WordPress é a plataforma ideal. Isso porque ela foi idealizada para publicação de textos e conta com diversas ferramentas de edição e layouts ótimos para leitura. Com o passar do tempo, seu blog facilmente pode se tornar um verdadeiro portal de notícias.

 

 

Portfólio

Profissionais criativos como músicos, fotógrafos, escritores e freelancers podem utilizar o WordPress para apresentar seus trabalhos de forma inteligente e elegante. São várias opções de temas para portfólios com galeria de imagens, vídeos, textos, grades, filtros, entre outros recursos.

 

 

Sites de institucionais

Empreendedores de primeira viagem e até mesmo grandes corporações podem utilizar o WordPress para produzir um site sofisticado que apresenta os diferenciais do seu empreendimento. Basta escolher o tema mais compatível com o seu segmento de negócio e criar as páginas da maneira que preferir. Também é possível criar um tema 100% customizado, de acordo com as necessidades do projeto.

 

Site de negócios Topbrands

Veja mais sobre o site em: Topbrands | Site em WorPress

 

Sites beneficentes

Devido ao seu baixo custo de manutenção, o WordPress é ideal para instituições de caridade, igrejas e organizações sem fins lucrativos. Além de temas gratuitos, a plataforma oferece pacotes promocionais para domínio e hospedagem.

 

Site beneficiente Instituto Janeth Arcain

 Instituto Janeth Arcain (este site não produzido pela Lamattina Digital)

 

Lojas virtuais – E-commerce

Sim! Também é possível criar um e-commerce com o WordPress, que possui plugins especiais para adicionar recursos como carrinho de compra, sistema de gerenciamento de pedidos, reembolso, checkout, etc. Tudo de forma simples e intuitiva, sem a necessidade de conhecimentos em programação. Ainda é possível criar variações de lojas virtuais, como catálogos e sites com sistema de orçamento, recursos muito eficientes para vendas corporativas ou projetos sob demanda.

 

Loja virtual Naked Nuts

Veja mais sobre o site em: Loja Virtual Naked Nuts

 

Vantagens e desvantagens do WordPress

Depois de descobrir o que é WordPress, é hora de entender que, como qualquer CMS, ele apresenta pontos fortes e fracos.

Pontos fortes:

  • Custo baixo: o usuário só precisa pagar pelo serviço de hospedagem e domínio. Existem muitos temas e plugins gratuitos.
  • Facilidade de instalação e atualização: ao instalar, não é necessário configurar nada e, para atualizar, basta um clique e um pouco de cuidado.
  • Gerenciamento simples: o usuário não precisa saber linguagem de programação para criar posts, instalar temas, fazer downloads, etc.
  • Personalização do design: o WordPress permite criar um visual exclusivo a partir de temas por nicho como restaurantes, medicina, pequenos negócios, jogos eletrônicos, entre outros.
  • Acréscimo de funcionalidades: o WordPress oferece milhares de plugins que podem realizar todo tipo de função: vendas, organização de eventos, coleta de dados, entre outros.
  • Comunidade de ajudantes: o WordPress conta com um fórum gigantesco, repleto de pessoas dispostas a ajudar na construção do seu site. São usuários com entendimento e soluções sobre a plataforma, aptas a resolver todo tipo de problema.

Pontos fracos:

  • Segurança:  ataques de hackers não são incomuns no WordPress, que roda 35% dos sites da internet. Felizmente, é possível reduzir em até 99% os riscos de invasão com plugins de segurança, atualizações frequentes e um servidor confiável.
  • Bugs: muitos plugins e temas do WordPress são criados por terceiros e, por isso, é normal que ocorra alguns bugs durante a instalação. Para evitar problemas, basta ler as análises dos usuários.
  • Páginas que demoram a carregar: dependendo da quantidade de plugins instalados, o seu site WordPress pode ficar lento. Para resolver o problema, recomenda-se instalar um plugin de cache.

 

O que é WordPress? Um pouco da história da plataforma

Tudo começou em 2003, quando Matt Mullenweg e Mike Little, dois desenvolvedores web, decidiram projetar uma nova plataforma para blogs. A construção se deu através de um software intitulado bs/cafeblog.

O projeto ficou abandonado por um tempo, mas a dupla acabou por continuar a plataforma a partir de termos próprios, lançando sua primeira versão em janeiro de 2004. 

O primeiro WordPress não era tão bem estruturado quanto a versão atual, mas já contava com os principais recursos de edição de conteúdos e gerenciamento de usuários. A instalação simples, a possibilidade de moderar comentários e a função de permalinks também já faziam parte do WordPress 1.0.

Mas é claro que muitos avanços ainda viriam. Desde 2004, a plataforma passou por diversas melhorias e tem sido constantemente atualizada por uma comunidade de código aberto, composta por milhares de programadores que se encontram frequentemente no WordCamp conferência anual dedicada ao WordPress.

A cada dois ou três meses uma nova versão da plataforma é lançada com novidades em recursos e atualizações de segurança.

Agora que você já sabe o que é WordPress, que tal montar o seu site com este CMS? Se precisar de ajuda, entre em contato conosco!