Engana-se quem pensa que ter um site em WordPress é apenas criar páginas sofisticadas e abastecer com novos conteúdos. Na verdade, todo site requer ajustes e otimizações constantes para garantir um bom desempenho ao longo do tempo. Sites “abandonados” raramente aparecem nas buscas do Google e Bing, e atraem poucos visitantes quando comparados aos sites que são ajustados frequentemente.

Para te ajudar a realizar uma completa manutenção de site WordPress, preparamos oito dicas fundamentais. São tarefas que podem ser aplicadas de forma rápida para melhorar a performance do seu site. Confira:

 

1- Verifique o tempo de carregamento do seu site em WordPress

Todo mundo gosta de navegar em sites rápidos que não possuem problemas no carregamento das páginas. Quando os elementos de um site demoram muito para carregar, é natural que o internauta desista da navegação. Evidentemente, isso aumenta a taxa de rejeição do site e reduz seus índices de conversão.

Para saber se o seu site está muito lento, basta utilizar o GT Metrix. Se a página tiver uma nota baixa, será necessário realizar alguns ajustes. Para fazer o monitoramento do tempo, basta copiar e colar o link (URL) do seu site, na página inicial do GT Metrix.

 

Verifique o tempo de carregamento do seu site em WordPress

 

O ideal é que os testes de carregamento sejam feitos com uma frequência mensal. Desse modo, se acontecer alguma lentidão extrema no site, será possível saber com antecedência e agir prontamente para reverter a situação.

E fique atento(a): se o seu site está demorando demais para carregar, pode ser um sinal de erros no código ou no serviço de hospedagem.

 

2- Faça a limpeza dos rascunhos e da lixeira no WordPress

Após algum período na web, todo site acumula “lixos” em seu painel de controle. Exemplo disso são os conteúdos em rascunhos, as páginas descartadas e os comentários jogados na lixeira. Além de deixar o site mais lento, todo esse lixo pode causar desorganização na hora das postagens, dificultando o trabalho do webmaster.

Por isso, é indicado que os itens da lixeira sejam removidos periodicamente. Você pode deletar tudo o que não será utilizado no site como rascunhos de posts e páginas. A tarefa é simples e pode ser realizada no painel de controle, bastando clicar em “Todos os posts” ou “Todas as páginas” e eliminar os itens desnecessários.

 

Faça a limpeza dos rascunhos e da lixeira no WordPress

 

Após esvaziar a lixeira do WordPress, verifique os comentários deletados. Basta clicar na aba “Comentários” do painel de controle e averiguar se há algum item dentro das opções “Spam” e “Lixo”. Em caso positivo, elimine-os.

Estes processos devem ser feitos ao menos uma vez por mês se o seu objetivo é manter o site sempre leve e limpo.

 

3- Faça a atualização dos plugins e temas do WordPress

Manter plugins e temas desatualizados é o caminho mais curto para criar problemas em seu site. Além de causarem conflitos com programas instalados em seu site, os plugins e temas sem atualizações podem atrair ataques de malwares e hackers.

 

Faça a atualização dos plugins e temas do WordPress

 

Mas é possível evitar tudo isso da seguinte forma: primeiro, navegue até a seção Plugins no painel de controle e averigue as notificações de atualizações. Caso exista alguma, não deixe de aceitá-la. Depois, siga até a seção Aparência >> Temas e verifique também se há alguma notificação de atualização.

Execute essa tarefa todos os meses e evite que sua página fique “bugada”.

Observação: antes de fazer qualquer atualização, realize um backup completo do seu site. Após as atualizações, verifique se todos os recursos estão funcionando corretamente e se notar algum problema, volte o backup e procure um programador te auxiliar a corrigir os bugs (problemas).

 

4- Não se esqueça de fazer backup do site e banco de dados do WordPress

Para garantir a máxima segurança das suas páginas e não perder conteúdos valiosos, é fundamental fazer backups rotineiros em seu site. Essa é uma etapa crucial da manutenção de site WordPress e não deve ser ignorada em hipótese alguma.

Atualmente, é possível realizar backups utilizando plugins (via FTP) ou através do painel de controle do seu serviço de hospedagem. O mais recomendado é realizar um backup semanal. Entretanto, se você tem o hábito de publicar conteúdos várias vezes por semana, o ideal é configurar backups diários, aumentando assim a segurança de suas informações.

 

5- Descubra se há links quebrados no site e corrija

Links quebrados são aqueles que apontam para páginas erradas (erro 404) dentro do seu site ou até mesmo para sites externos. Além de confundirem os visitantes, os links quebrados causam má impressão, tirando o profissionalismo do site e fazendo com que ele pareça “amador”.

 

Descubra se há links quebrados no site e corrija

 

Para verificar os links de posts e páginas e descobrir se há quebras, basta utilizar o plugin WP Broken Link Status Checker. Assim, você pode concluir essa tarefa de forma simples e rápida.

 

6- Faça a limpeza de cache do servidor

Uma das melhores formas de aumentar a velocidade do site e otimizar o seu desempenho é limpando o cache de tempos em tempos. Para quem utiliza um plugin de cache, a tarefa não é difícil… Basta procurar a ferramenta própria de limpeza através do painel.

É importante ressaltar que o cache deve ser limpado principalmente após grandes mudanças ou atualizações no site. Caso contrário, os visitantes não poderão ver as alterações.

 

7- Invista na otimização do banco de dados do seu site

Quem usa WordPress sabe que todas as informações do site ficam armazenadas em um banco de dados. Porém, com a expansão das páginas, o banco de dados acaba ficando cheio demais, sendo fundamental limpar periodicamente todo o acúmulo de informação desnecessária.

Para facilitar essa etapa da manutenção de site WordPress, você pode utilizar um plugin de otimização de banco de dados como o WP- Optimize.

 

8- Faça a atualização das senhas dos usuários WordPress

Quando o assunto é segurança, a troca de senha deve ser algo rotineiro, sobretudo para quem utiliza a mesma senha em várias plataformas. Ao alterar sua senha do site WordPress, é possível reduzir significativamente os riscos de invasão à conta.

O mais recomendado é trocar a senha a cada dois meses, sempre utilizando uma combinação de algarismos, letras e caracteres especiais para fortalecer a chave de acesso.

Se você gostou desse artigo sobre manutenção de site WordPress, não deixe de conferir os outros conteúdos do nosso blog!