Seja você um veterano no comércio online ou um novato que está dando os primeiros passos, a criação de um site exclusivo para sua loja virtual pode oferecer uma vantagem no mercado online, fazendo com que seu negócio se destaque sobre seus concorrentes.

Ter uma presença online personalizada não apenas aumenta a visibilidade da sua marca, mas também fortalece sua credibilidade no mercado digital.

Para isso, existem as plataformas de e-commerce, que são sistemas desenvolvidos especificamente para facilitar a criação e a gestão de lojas virtuais.

Elas oferecem uma grande variedade de recursos que vão desde a construção da estrutura do site até a administração de vendas e estoque.

Existem duas categorias principais de sistemas para a criação de sites e-commerces:

  • SaaS (Software como Serviço): Essa categoria oferece uma solução pronta, eliminando a necessidade de lidar com códigos complexos. O pagamento geralmente é feito por meio de uma taxa de assinatura mensal. Com o SaaS, você obtém acesso imediato a uma plataforma completa, sem a necessidade de preocupações técnicas.
  • Open Source: Esses sistemas permitem que você construa a estrutura da loja a partir do zero, aproveitando o código-fonte aberto. Embora possam ser gratuitos ou exigir apenas um pagamento único, a criação e a manutenção do projeto requerem conhecimentos técnicos avançados. Geralmente, é recomendável contar com um profissional especializado para lidar com essas plataformas devido à sua complexidade e customização.

Para fazer a escolha certa, é importante reconhecer qual o tipo de e-commerce que sua empresa representa. Isso permitirá uma melhor compreensão dos recursos necessários para lançar o seu site e determinar o orçamento adequado para o projeto.

Acompanhe para explorar mais sobre essas opções e tomar a melhor decisão para seu negócio.

 

Leia também: O que fazer para a minha empresa ter melhores resultados em 2024

 

Quais são os 7 tipos de e-commerce?

Dentro do comércio eletrônico, há uma variedade de tipos, cada um projetado para atender a diferentes perfis de clientes e exigências do mercado.

Compreender essa distinção entre os modelos de negócios ajudará você a encontrar a melhor opção de e-commerce para o seu empreendimento, bem como selecionar a plataforma de vendas de produtos mais adequada para atender às suas necessidades.

Descubra abaixo os principais tipos de e-commerce:

  1. B2C (Business to Consumer): Empresas vendem diretamente para consumidores finais, como varejistas de diversos produtos.
  2. B2B (Business to Business): Transações ocorrem entre empresas, envolvendo produtos ou serviços para uso empresarial.
  3. C2C (Consumer to Consumer): Consumidores vendem produtos ou serviços diretamente uns aos outros, comumente em plataformas de marketplace.
  4. C2B (Consumer to Business): Consumidores vendem produtos ou serviços para empresas, frequentemente através de plataformas intermediárias confiáveis.
  5. B2A (Business to Administration) ou B2G (Business to Government): Empresas vendem para órgãos governamentais, o que exige passar por processos de licitação.
  6. C2G (Citizen to Government) ou C2A (Citizen to Administration): Cidadãos interagem diretamente com órgãos governamentais, propondo soluções para serviços públicos.
  7. D2C (Direct to Consumer): Marcas vendem diretamente para consumidores, sem intermediários, permitindo preços mais baixos e maior controle sobre o processo de venda.

Quais são as plataformas de e-commerce mais usadas?

Quais são as plataformas de e-commerce mais usadas?

Com o crescimento do e-commerce no Brasil, diversas empresas começaram a disponibilizar plataformas para simplificar a criação de lojas online.

No entanto, cada uma dessas plataformas tem características e planos específicos, visando atender a diferentes tipos de negócios.

Algumas se destacam por oferecer excelentes soluções e recursos. Aqui, compilamos algumas das plataformas de e-commerces mais usadas, provenientes de marcas renomadas no mercado online e amplamente utilizadas por diversos lojistas.

Explore e escolha aquela que melhor se adapta às necessidades do seu negócio.

 

1. Shopify

Reconhecida por sua facilidade de uso e grande disponibilidade de recursos, a Shopify é uma das principais opções para quem deseja criar uma loja virtual. Estabelecida em 2004, a

Shopify é uma plataforma canadense que conta com funcionalidades como:

  • gerenciamento de estoque;
  • análise de fraude e risco;
  • mais de 6.000 aplicativos para integração;
  • recuperação de carrinho abandonado;
  • suporte ao dropshipping.

Classificada como um Software as a Service (Saas), esse sistema de e-commerce permite a criação de lojas online em poucos minutos, com sua ferramenta de construção baseada nos movimentos de arrastar e soltar. Ela é ideal para quem busca iniciar rapidamente no e-commerce.

 

2. WooCommerce

O WooCommerce é um plugin de código aberto desenvolvido para o WordPress, projetado para criar e gerenciar lojas virtuais. Ao ser instalado no WordPress, ele transforma o site em uma plataforma de comércio eletrônico completa, permitindo:

  • processamento de pedidos;
  • gestão de estoque;
  • compatibilidade com todo o catálogo de temas do WordPress.

Embora seja útil por si só, muitas vezes é necessário complementá-lo com outras extensões para funcionalidades adicionais, como opções de pagamento, entrega, SEO e integração com redes sociais.

É uma escolha popular para quem deseja iniciar uma loja virtual ou transformar um blog em um e-commerce, sendo utilizado por mais de 12% das lojas online em todo o mundo.

 

3. Hostinger

Fundada em 2004, a Hostinger é uma multinacional que oferece serviços de hospedagens de sites em mais de 170 países. Eles possuem um Criador de Sites que conta com as seguintes funcionalidades interessantes:

  • recursos IA;
  • domínio gratuito por 1 ano;
  • e-mail grátis;
  • integrações de marketing;
  • edição direto do celular;
  • agendamento de consultas.

Adicionalmente, a plataforma de compras da Hostinger não impõe taxas de comissão extras sobre as vendas realizadas e vem com uma calculadora automatizada para impostos e frete, simplificando o processo de faturamento e proporcionando uma experiência mais conveniente para os usuários.

 

4. Magento

O Magento é um CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) voltado para e-commerce, que oferece duas opções: o Magento Open Source e o Adobe Commerce. Enquanto o primeiro é gratuito e adequado para médias e grandes lojas online, o segundo é uma solução mais avançada oferecida pela Adobe.

Por ser uma plataforma de código aberto, o Magento permite que os usuários personalizem ou incorporem código conforme necessário. Por isso, ele é uma das melhores plataformas de e-commerce para quem deseja desenvolver uma loja online com uma identidade única.

Além disso, para ampliar as funcionalidades do site, com temas, ferramentas de análise e métodos de pagamento adicionais, os usuários podem adquirir plugins e extensões disponíveis no Magento Marketplace.

 

5. Joomla

O Joomla é um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) de código aberto que se destaca como uma das principais alternativas ao WordPress. Ele oferece várias extensões e plugins de e-commerce para seus usuários, permitindo a criação de lojas online a seu gosto.

Embora o software Joomla seja gratuito, é necessário adquirir hospedagem e um domínio para utilizá-lo plenamente.

No entanto, vale ressaltar que o Joomla pode não ser tão intuitivo para iniciantes quanto outras plataformas da lista, sendo mais adequado para usuários avançados ou aqueles dispostos a dedicar tempo para aprender suas funcionalidades.

 

6. Nuvemshop

Nuvemshop

A Nuvemshop é uma plataforma líder de e-commerce na América Latina, com mais de 100 mil lojas ativas e reconhecida pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM). Nela, você pode ter acesso a recursos como:

  • integração com marketplaces, loja física e redes sociais;
  • gestão de estoque e produtos;
  • notificação de reabastecimento de produtos para clientes interessados;
  • variadas opções de envio e pagamento;
  • recuperação de carrinhos abandonados;
  • geração de cupons de desconto;
  • suporte ao dropshipping.

Além disso, a Nuvemshop se destaca por sua acessibilidade, sendo ideal para pequenas e médias empresas, oferecendo uma versão gratuita sem restrições quanto à quantidade de produtos ou visitas.

 

7. VTEX

Fundada em 1999 no Rio de Janeiro, a VTEX é uma empresa de tecnologia que oferece a plataforma VTEX Cloud Commerce, sua principal solução para o comércio eletrônico.

Direcionada principalmente para grandes corporações, a plataforma VTEX abarca desde vendas online B2C e B2B até operações em marketplaces e omnichannel.

Sua característica altamente customizável, possibilitada por meio de um conjunto de APIs, aplicativos e código aberto permite atender às necessidades específicas de cada negócio.

Outros recursos que você poderá incluir nesta plataforma incluem:

  • OMS unificado;
  • integração com loja física;
  • sellers e marketplaces nativos.

 

Leia também: 12 temas para e-commerce gratuitos no WordPress

 

8. OpenCart

O OpenCart, uma plataforma de e-commerce de código aberto, oferece uma abordagem mais flexível para criar lojas online.

Embora não seja tão forte em integração com outros aplicativos, sua gratuidade e comunidade ativa tornam-no uma opção atrativa.

Destacam-se funcionalidades como:

  • capacidade de gerenciar múltiplas lojas em uma única interface;
  • número ilimitado de produtos;
  • filtragem avançada de produtos;
  • ferramenta de análise de marketing digital.

O OpenCart não possui taxas mensais; você só precisará de hospedagem e domínio.

 

Conclusão sobre a plataforma de e-commerce

A escolha da melhor plataforma de e-commerce é o que definirá o sucesso da sua loja online, pois é o ambiente onde ocorre toda a operação comercial e determina a experiência dos clientes.

Por isso, você deve analisar as funcionalidades oferecidas por cada plataforma e como elas se alinham às necessidades do seu negócio.

As opções disponibilizadas neste artigo podem fornecer um ponto de partida valiosa para a sua tomada de decisão.

Não deixe de buscar e investir na melhor opção para o seu negócio!

 

Caso ainda esteja indeciso, uma equipe de marketing digital pode orientá-lo na escolha ideal, levando em consideração o escopo do seu projeto.

Com mais de oito anos de experiência, a Lamattina Marketing Digital tem expertise na criação de uma variedade de sites para diversos segmentos. Entre em contato conosco para uma avaliação personalizada do seu projeto!

2024-06-06T14:35:42-03:00e-commerce|0 Comentários

Deixar um comentário